por Felipe Cotrim

O fotógrafo Tomer Ifrah conheceu a prisão Neve Tirza pela primeira vez, quando foi chamado por uma revista feminina para fazer um retrato de uma das prisioneiras. Quando chegou lá, ele sentiu que deveria documentar o lugar. Neve Tirza é a única prisão feminina localizada na cidade de Ramle, em Israel, e que abriga cerca de 180 prisioneiras; um número baixo se a população de 8 milhões de pessoas do país for levada em conta.

Após ter a autorização para fotografar o espaço, Ifrah começou a visitar as celas e conversar coma s detentas para descobrir mais sobre a vida delas dentro e fora da prisão. No total ele fez cerca de 500 imagens e procurou transmitir as sensações e emoções das prisioneiras. Na série chamada de Women’s Prisonele capta os momentos pessoais e tempo ocioso que elas passam atrás das grades, cigarros, sono, oração, e telefonemas. Ifrah explica que a maioria das mulheres pertencem a classes sociais mais desfavorecidas, muitas delas foram presas por problemas com drogas e grande parte já está na segunda ou terceira sentença:

Foto: Tomer Ifrah

Foto: Tomer Ifrah
Foto: Tomer Ifrah

Foto: Tomer Ifrah
Foto: Tomer Ifrah

Foto: Tomer Ifrah
Foto: Tomer Ifrah

Foto: Tomer Ifrah
Foto: Tomer Ifrah

Foto: Tomer Ifrah
Foto: Tomer Ifrah

Foto: Tomer Ifrah

Essas fotos mostram que menstruação pode ser uma coisa linda – o problema é o preconceito

Foto: Tomer Ifrah

Foto: Tomer Ifrah
Foto: Tomer Ifrah

Foto: Tomer Ifrah
Foto: Tomer Ifrah

Foto: Tomer Ifrah
Foto: Tomer Ifrah

Foto: Tomer Ifrah

[+18] Seu pinto, minha arte: a fotógrafa que tira fotos de pênis com roupas de bonecos