por Felipe Cotrim

Nada melhor do que tomar um café pela manhã e chegar no trabalho com disposição. Ou quando é preciso varar a madrugada para estudar para um exame no dia seguinte, seu melhor amigo nestes momentos é o café. Mas nem todo mundo gosta ou quem tem problemas de gastrite por exemplo é restringido de beber café. O que fazer nesses casos para dar uma “acordada” no organismo?

Felizmente inventaram o Joule, um bracelete de cafeína que promete tornar o consumo da substância muito mais fácil. O bracelete, que também vem em forma de relógio, conduz a cafeína para a corrente sanguínea. É só usar no pulso que a pele vai absorver a substância naturalmente. Funciona mais ou menos como os adesivos de nicotina, que ajudam as pessoas a pararem de fumar.

A absorção através da pele se dá de forma mais moderada do que quando ingerida. O Joule possui a mesma quantidade de cafeína de uma xícara de café, mas administrada durante 4 horas, o que não causa nenhuma problema para seu corpo.

Claro que muita gente adora o ritual de acordar cedo e tomar seu café da manhã, ou ir à padaria e pedir um pão na chapa e café com leite. Mas o Joule pode ser usada como complemento para aqueles momentos que você não pode ter sua bebida ao lado, correndo ou fazendo alguma atividade física por exemplo. Além disso, problemas como dentes amarelados, mau hálito, índice glicêmico ou dores de estômago pela ingestão de café, não serão mais uma preocupação.

Gostou do produto? Ele ainda não está disponível no mercado, mas isso por pouco tempo. Os criadores do Joule precisavam de U$15.000 para desenvolverem o projeto, e recebiam doações tipo crowdfunding no site Indiegogo. Mas suas expectativas foram mais que superadas, em pouco tempo eles receberam mais de U$57.000. Se você quiser, também pode ajudar o projeto a partir de U$5 e receber as bonificações correspondente ao valor da sua doação.