por Clara Novais

Dig dim dig dim dig dim. O funk brasileiro é realmente contagiante. Quando toca, ninguém fica parado, já dizia o DJ Malboro na música Som de Preto. Não é à toa que o ritmo conquistou a designer carioca Paula Cruz, que resolveu transformar as letras dos nossos funks em cartazes modernistas.

No Tumblr Modernismo Funkeiro, ela compartilha imagens inspiradas no estilo de design da primeira metade do século XX compostas por frases escritas por nossos MCs em músicas que se tornaram hit em todo o país. O projeto começou há cerca de dois anos, mas está em constante atualização.

Aqui estão 9 dos nossos cartazes favoritos, se liga só:

1.  Só os vilão vem

ta tranquilo ta favoravel

2. Rebola devagar, depois desce

pirigueti

3. Por que é que tem que ser assim, se o meu desejo não tem fim?

bochecha


4. Muito louco, doidão

para papara


5. Eu sou sinistro

sou foda


6. Só pras invejosas de plantão

beijinho no ombro


7. A gente somo delinquente

solta o frango


8. Com giratória

quadrado

9. Que mina maluca

onda forte