por Felipe Cotrim

O candidato Bernie Sanders é o uma das principais referências quando o debate é a legalização da maconha nas eleições presidenciais de 2016 dos Estados Unidos. O democrata é o único que defende abertamente a maconha medicinal e apoia a descriminalização da maconha recreativa, se tornando claramente um dos favoritos entre os eleitores usuários de maconha.

Para ajudá-lo nesta empreitada de vencer as eleições presidenciais, Ariel Zimman, uma apoiadora da campanha de Sanders, resolveu vender os cachimbos e chillums de cerâmica que ela produz, com o logo da campanha do senador americano. Parece que o slogan da campanha “Feel the Bern” (Sinta o Bern) agora tem um duplo sentido.

Apesar da legalidade desta ação ser duvidosa, Zimman garante que 10% das vendas dos produtos serão destinadas à campanha de Sanders, e que comprando os cachimbos as pessoas serão felizes duas vezes: fumando maconha e ajudando o senador a chegar na Presidência. Aliás, o candidato vem se tornando uma ameaça cada vez maior para Hillary Clinton, a candidata que era tida como favorita, na disputa das eleições pelo Partido Democrata.

Como a legalização da maconha beneficiaria vários setores da economia

Dificilmente a campanha política de Sanders vai processar Zimman por usar o nome do candidato em seus artesanatos, mesmo que não sejam produtos licenciados, isto é na verdade uma ótima forma de apoiá-lo. Entretanto, ninguém conseguirá comprovar que ela está realmente doando o montante prometido para ajudar o candidato.

“Isso é realmente apenas uma forma de mostrar meu apoio a ele como candidato”, disse Zimman ao Center for Public Integrity. “As pessoas amaram [os cachimbos], e quando ouviam que elas estavam contribuindo de algum modo para a campanha, elas gostavam ainda mais”.

Zimman é de Portland, em Oregon, estado que legalizou a maconha medicinal e recreativa, e pelo visto os produtos fizeram sucesso por lá pois a artesã já vendeu cerca de U$3000 em cachimbos e chillums com o logo de Bernie Sanders. O cachimbo custa U$60, enquanto o chillum custa U$30. Se você também quiser acender um para apoiar o senador é só acessar o site dela, os produtos também podem ser enviados para o Brasil.

Bernie-20160224-21

Bernie-20160224-20