Uma Bienal mais diversa

‘Faz Escuro Mas Eu Canto’, título da 34ª edição do evento, nos remete à possibilidade de criar arte em meio ao caos

POR Beatriz Lourenço
FOTOS DIVULGAÇÃO

arte

This is a paragraph (p)

This is a paragraph (p)

91 participantes
e mais de mil
obras. É com
esse saldo que
a 34ª Bienal
de São Paulo
acontece na
cidade até o dia
5 de dezembro.
O tema dessa edição é “Faz
Escuro Mas
Eu Canto”

This is a paragraph (p)

Jacopo Visconti, curador


Esse canto
é entendido
como uma metáfora
de qualquer
atividade
cultural e a
vontade de
fazer arte
em momentos
de grande
dificuldade.”

This is a paragraph (p)

Esta é a primeira
vez que artistas
indígenas e não
binários fazem
parte da lista de
convidados. Além
disso, artistas
mulheres como
Ximena Garrido-
Lecca, Carmela
Gross e Frida
Orupabo se
destacam no
Pavilhão. Falamos
com alguns deles:

This is a paragraph (p)

Gustavo Caboco


Uma das ideias
das obras é a
de ‘campo em
chamas’, que
mostra que
tudo está sob
ataque e em
fogo, no sentido
da memória e
do apagamento histórico”

This is a paragraph (p)

Mauro Restiffe


Acho que
vivemos em
um mundo em
que milhões de
imagens estão
sendo captadas
a cada segundo.
Isso tem um
lado bom
porque cada
pessoa também
pode ser
considerada fotógrafa”

This is a paragraph (p)

Paulo Nazareth


Fiz uma série
de panfletos, que
serão distribuídos e falam sobre o
fim dos presídios.
Acredito que
precisamos sair à
frente e empregar
os egressos. É
preciso entender
que eles têm plena condição de trabalhar na
área cultural”

This is a paragraph (p)

Uýra Sodoma


Para ensinar
a uma criança
sobre conservação
ambiental, eu posso falar três dias sobre uma árvore ou estimular
para que ela
sinta a árvore.
Provavelmente,
juntando esses
dois campos, ela
entenderá muito
melhor o que
eu quero dizer”

This is a paragraph (p)

Alice Shintani


Parto do
princípio de
que tudo é pro-
duto. Qualquer
expressão que
eu coloque em
circulação já
é mercadoria
de partida.
Mas, será que
é só mercadoria
ou pode ser algo
além disso?
Acredito que
todo trabalho
é político!”

This is a paragraph (p)

A entrada é gratuita.

Lembre-se,
você precisa apresentar a carteirinha de vacinação contra covid-19 para entrar na Bienal.

Confira todas as dicas
no nosso site!

Gostou?

elastica.abril.com.br

Leia mais aqui