expressão

Elástica recomenda: especial de Natal

Céline Dion, farofa, brigadeirão e filmes água com açúcar para você se preparar para o final de ano

por Redação Atualizado em 22 dez 2021, 19h35 - Publicado em
17 dez 2021
04h09

Não sei vocês, mas a gente ainda está um pouco descrente que 2021 finalmente está chegando ao fim. Foram muitas emoções neste ano, boa parte delas não muito positiva, mas estamos encerrando esse ciclo conseguindo enxergar uma luz no fim do túnel – sim, estamos falando do avanço da vacinação e (se tudo der certo) do último ano de mandato do inominável. Fato é que fim de ano é sinônimo de celebração e, para boa parte das famílias brasileiras, isso envolve comemorar o Natal.

Na nossa redação, temos muitos entusiastas dessa data. Do tipo que adoram os filmes temáticos, as decorações que beiram a cafonice e o espírito de confraternização que permeia tudo relacionado ao Natal. Nada mais justo, então, do que fazer um Elástica Recomenda especial sobre isso, né? Reunimos algumas dicas de receitas – farofa, rabanada e brigadeirão presentes! –, lembrancinhas, trilha sonora e vários longa-metragens cheios de histórias fofas e cenários com neve para você encher o coração e tentar esquecer o calor avassalador que faz no Brasil nessa época. Esse também é o último Recomenda do ano, então deixamos aqui nossos votos para uma excelente passagem de ano e muito axé para começar 2022 com a energia lá em cima. Obrigado por acompanharem a gente mais um ano e Feliz Natal 🙂

-
Arquivo/Reprodução

laís

Farofa de quiabo
Eu amo quiabo e eu amo farofa, os dois juntos são o casal perfeito e uma receita levemente surpreendente pra ceia. Tudo que você precisa fazer é cortar os quiabos, refogar no azeite com uns dentes de alho amassados por cima, temperar com sal, pimenta, páprica e um nadinha de açúcar – eu costumo colocar curry também, mas é opcional. Quando tudo estiver cozido e um pouco chamuscado (não mexe muito!), junta farinha de milho e mexe até ela dourar. Prova pra acertar o sal e a pimenta. Voilá!

Pra quem tem frescura (desculpa?), eu juro que não se vê baba alguma. 🤤🤤🤤

Bolo de nozes
A receita da minha vó é muito nostálgica, mas todo ano eu tento convencer ela que não precisa cobrir tudo com chantilly – o doce de leite do recheio já tá de bom tamanho (sempre falho). Mas eu acho que se você fizer ele e só polvilhar com açúcar de confeiteiro em cima, sem recheio nem nada, dá pra servir com sorvete e deixar todo mundo feliz.

• • • • •

Continua após a publicidade

-
Divulgação/Reprodução

alê

These Are Special Times
Preciso começar esse texto dizendo que eu amo Natal. É uma das minhas épocas favoritas do ano por estar junto da família, comer as comidas típicas e fazer amigo secreto. Eu amo todas essas coisas e, desde 1998, ano que este álbum da Céline Dion foi lançado, ele é a trilha sonora do Natal – sim, há 23 anos, These Are Special Times é a primeira coisa que toca quando meu pai termina de se arrumar (sempre primeiro que todo mundo) e vai para a sala colocar uma musiquinha pra entrarmos no clima natalino. E eu, uma autêntica criança viada, amo essa tradição desde que ela começou.

São 16 músicas e eu recomendo ouvir na ordem, claro, para ter a verdadeira Céline-Dion-Christmas-Experience. Se quiser dar uma chance e ouvir apenas a minha favorita, pula de uma vez para a faixa 7, “Adeste Fidelis”.

-
@marimonaco/Reprodução
Continua após a publicidade

NATALFLIX da Marina Monaco
Minha paixão por comidas de Natal – quem eu quero enganar? Por comidas no geral… – é inversamente proporcional às minhas habilidades culinárias. Sou um homem de 30 anos que ainda tem como prato preferido frango empanado e que sabe apenas fazer um bom café da manhã (pão na torradeira e ovo mexido bem temperado). De resto, só o delivery salva.

Mas, desde que eu comecei a seguir a Marina Monaco, que faz qualquer receita parecer a coisa mais simples do mundo, fiquei com mais vontade de efetivamente ir pra cozinha. Não que eu tenha ido, mas a vontade aumentou, risos. Formada em audiovisual e gastronomia, ela ensina receitas praticamente todos os dias em seu perfil no Instagram e criou uma guia apenas com as receitas de Natal. Tem coquetel de camarão, farofa natalina e até rabanada na AirFryer (como toda pessoa que sabe quase nada de cozinha, eu amo a minha airfryer). É uma recomendação para seguir nesse Natal e se arriscar nas receitas, mas na real vale pro ano todo, porque a Marina arrasa.

• • • • •

Continua após a publicidade

-
Um crush para o Natal/Divulgação

joão

Fiquei muito animado quando pensamos nesse recomenda especial durante nossas reuniões de pauta. Realmente acho que tem alguma coisa especial no final de todo ano – ou pelo o menos só pensar no recomeço de tudo me reconforta risos. Torcendo muito pra 2022 ser um pouco melhor, né? Tamo precisando. 

Um crush para o Natal
Minha primeira indicação é para aqueles dias que parece que você já rodou os catálogos de todos os streamings e nada te apetece, ou para aproveitar o marasmo do pós-almoço do dia 25. O novo filme conta a história de um homem gay que vai passar as festas de fim de ano com sua família na cidade em que nasceu, junto de seu melhor amigo, em busca da cura de (mais) uma decepção amoroso – pq parece que todo kaos na vida de bicha é pouca.

O filme é fofo, comédia romântica clássica mas cheia várias piadas pras LGBTQIA+, trilha com “My Only Wish (This Year)” da Britney Spears – uma ótima adição à playlist de natal inclusive – e a MUSA da Jennifer Coolidge interpretando o papel que ela nasceu para encenar: o da tia doida na ceia. Espero que tenhamos mais filmes de natal como esse daqui pra frente. Mas também, se quiser ir num filme sem erro, sempre tem o Grinch perfeito <3 

Disponível no Netflix

Receita de farofa de biscoito da mamãe
Eu também adoro uma boa farofa, fico esperando o ano todo por essa que já é um clássico lá em casa. O segredo é que ela é feita de biscoito e não de nenhum tipo farinha. Pedi pra minha mãe enviar a receita e aqui vai um print que era segredo de família até agora: 

-
Arquivo/Reprodução

• • • • •

Continua após a publicidade

-
Namorado de Natal/Divulgação

bia

Namorado de Natal
A melhor parte do Natal são as produções temáticas, principalmente as comédias românticas. Todo ano, a Netflix tem um lançamento especial e o algoritmo já sabe que é algo que não posso perder. Uma das melhores séries no catálogo é a norueguesa Namorado de Natal. As duas temporadas mostram a saga da enfermeira Johanne para encontrar um romance para comemorar as festas. 

Se você já instalou apps de relacionamento, vai se identificar com os dates da protagonista! Seus pretendentes vão dos mais doidinhos  até o mais querido — que, claro, é o que torcemos para dar certo. Os episódios são curtos e ideais para quem quer se apaixonar e fugir um pouco do caos da realidade. God Jul (lê-se: Feliz Natal, em norueguês)!

• • • • •

Continua após a publicidade

-
Arquivo/Reprodução

kareen

Brigadeirão de Natal
Desde que a obatian se foi, os natais com mesas randômicas e infinitas de comida – de coxinha à nishimê (um prato tradicional da família japonesa) – muitos costumes ficaram pelo caminho. Por incrível que pareça, uma das que se mantém firme, e também minha favorita, é o famoso Brigadeirão de Natal. Doce na medida (mentira), densidade perfeita e casquinha crocante, essa receita segue sendo meu coringa e já esteve presente em outros carnatais fora de época, solicitado em encontro com amigas.

Uma coisa que amo fazer no Natal é produzir uns presentinhos à mão – e se você acha que não tem skills para isso, não se preocupe, hoje existem milhares de canais no YouTube com todo tipo de técnica e grau de dificuldade. Eu aprendi a fazer crochê exatamente assim, à base de muito “pausa e volta”.

Se quiser dar um passo a mais, indico a Raverly, uma rede social gratuita de troca de informações, receitas e afins para quem faz tricô, crochê, tingimento e outras técnicas com fios. Esse ovinho encontrei por lá!

-
@kareensayuri/Reprodução
Continua após a publicidade

〰️〰️〰️

🥠  biscoito da sorte 🥠

Pense duas vezes antes de deixar seu filho sentar no colo de um desconhecido só porque é Natal.

〰️〰️〰️

Tags Relacionadas
mais de
expressão

Leia autores LGBTQIA+

Por
Romance, poesia, quadrinhos, ficção, documental. Qualquer que seja o gênero, vale a pena prestigiar escritores e escritoras que pertencem à sigla
MAJUR1816-2-(1)

A magia de Majur

Por
Headliner do MECA Inhotim, a cantora baiana fala sobre suas raízes, a relação com a música, a vontade de ser mãe e espiritualidade
Com shows de grandes nomes do forró, conferimos in loco por que o evento é a maior festa junina do mundo
credito-Amazon-studios_MG_0910_ALTA

O íntimo da família Gil

Por
O reality "Em Casa com os Gil", do Prime Video, mostra a trajetória do cantor e como seu legado passa entre as gerações
Crédito_Bubu-Filmes-(3)

CEO da própria vida

Por
Com 20 anos de estrada e prêmios no cinema e no teatro, Babu Santana também empreende e alavanca novos talentos musicais com sua Paizão Records

Não é ? Sair.

Ter independência no discurso, manter uma rede diversa de colaboradores, remunerar bem a todos e fomentar projetos sociais são bases fundamentais para a Elástica.
Vivemos de patrocínios de empresas que acreditam em nosso discurso e nossas causas, além da colaboração dos nossos leitores através de assinatura digital. Na página de Contas Abertas você pode ver os valores que hoje a Elástica arrecada, e conferir os custos que incorremos para produzir o conteúdo que oferecemos.