expressão

Mauro Sousa na Cama Elástica

Influenciador, diretor de eventos da Mauricio de Sousa Produções e novo desafiante do nosso questionário!

por Redação Atualizado em 16 fev 2022, 15h17 - Publicado em 13 fev 2022 20h49

Ser uma pessoa LGBTQIA+ no Brasil – e em qualquer lugar do mundo, infelizmente – é estar sempre vulnerável a comentários sobre sua sexualidade e sobre o que é “certo” e “errado”, além de estar exposto a violências, principalmente na internet. “Recebo mensagens homofóbicas praticamente toda semana, até porque estou sempre postando minha vida com meu marido. Não costumo responder porque não perco tempo com quem eu sei que não está disposto a aprender.. Mas gostei dessa ideia de responder através da música. Eu sempre acreditei na arte como ferramenta de transformação. Talvez eu faça mais vezes…”, explica Mauro Sousa, sobre um vídeo viral em que, com muito bom humor, ele responde a infame Dona Meire, que resolveu se manifestar em seu Instagram. Se você não assistiu, olha só:

Se você não conhece Mauro, é bem capaz que você conheça o pai dele: Mauricio de Sousa. Sim, ele mesmo, o criador da Turma da Mônica. E caso você tenha crescido lendo os gibis e encontre alguma semelhança entre o personagem Nimbus e o nosso entrevistado, também não será coincidência. O garotinho fascinado pela previsão do tempo em Mauro quando criança. Sempre focado em se atualizar e acompanhar os debates atuais, a Turma não foge da raia quando o assunto é falar de representatividade. “É sempre importante abordar a temática LGBTQIA+ em qualquer plataforma, sempre com seriedade e responsabilidade, claro. Quanto mais se fala, mais se entende, mais se aprofunda no assunto e mais se traz acolhimento aos LGBT+, que se sentirão representados e respeitados. A informação e a educação são os melhores recursos para combater o preconceito.”

-
Arte/Redação

Pensando nesse bom humor e na veia de improviso que Mauro já mostrou que tem, nada mais justo do que convidá-lo para encarar nossa Cama Elástica, certo? Para conferir como ele se saiu nesse desafio, leia abaixo:

Continua após a publicidade

Cama ElásticaQual sua qualidade favorita sobre você mesmo?
Cito duas: sensibilidade artística e inteligência emocional.

Que defeito seu você jamais mudaria?
Guloso. Rsrs #MagaliFeelings

Onde você procura buscar inspiração naqueles dias em que não quer sair da cama?
Quando não quero sair da cama, não busco inspirações. Fico por ali mesmo e está ótimo! A não ser que o trabalho me chame, daí não tem jeito.

Qual música não envelhece, não sai da sua lista de preferidas?
“Your Song”, do Elton John (meu ídolo número 1!), e For Your Babies, do Simply Red.

Qual filme mudou sua vida? Por quê?
DivertidaMente, da Disney. Quando eu assisti, era a mensagem que eu precisava naquele momento, naquele dia. Foi emocionante.

Descreva uma noite ideal para você.
Qualquer uma com o Rafa e o Azeitona, meu dog, em uma cama grande, com vários travesseiros, comendo pipoca e vendo um bom filme. Ah, e com ar-condicionado ligado.

Dê uma “gongada” gratuita em alguém.
Vão catar coquinho, negacionistas!

Como foi seu primeiro beijo?
Foi aos 12 anos, no cinema, com a Maria Eugênia, uma amiguinha do colégio. Eu, todo sem jeito, perguntei se poderia beijá-la e ela disse que sim. Foi estranho porque eu não sabia onde colocar a língua. Também não foi tão bom porque, na verdade, eu queria beijar o André.

-
Arte/Redação
Continua após a publicidade

O que você diria para o maior desamor da sua vida (até agora)?
Não tenho um desamor. Comecei a namorar o Rafa com 20 anos de idade, há exatos 14 anos.  Antes dele, tive um outro namorado que foi bom enquanto durou. Mas, meu coração sempre esteve bem! 🙂

O que é imperdoável para você em uma relação?
Quando há perda de respeito.

De qual trabalho seu você mais se orgulha?
Cito dois: Miss Saigon, o primeiro musical da Broadway que fiz aqui no Brasil – resultado de muitos e muitos anos de estudo; e Circo Turma da Mônica Brasilis, um musical que produzi que falava sobre a diversidade cultural no país – resultado de muito, muito trabalho!

Qual a frase mais sábia que já te disseram?
Foram várias, depende do dia e momento. Hoje, vou usar uma que minha irmã disse recentemente e foi muito válida: “não tente mudar quem não quer ser mudado”.

Qual seria o título da sua biografia?
Que pergunta difícil. Mas acho que seria algo como “Mauro Sousa: entre sorrisos, lágrimas e purpurina.”

E, quem interpretaria você no cinema?
O Yudi Tamashiro? kkkkkKry. Explico o porquê: muitas pessoas dizem que nos parecemos.

Qual seria seu primeiro decreto como presidente da república?
Diria tantas coisas… neste momento: vacinação obrigatória!

E, por último, quem você gostaria que respondesse esse questionário?
A Denise, personagem da Turma da Mônica que mais gosto. Ela é destemida, descolada e toda poptchuras. Com certeza, ela daria ótimas respostas.

-
Arte/Redação
Continua após a publicidade

Tags Relacionadas
mais de
expressão
Com shows de grandes nomes do forró, conferimos in loco por que o evento é a maior festa junina do mundo
credito-Amazon-studios_MG_0910_ALTA

O íntimo da família Gil

Por
O reality "Em Casa com os Gil", do Prime Video, mostra a trajetória do cantor e como seu legado passa entre as gerações
Crédito_Bubu-Filmes-(3)

CEO da própria vida

Por
Com 20 anos de estrada e prêmios no cinema e no teatro, Babu Santana também empreende e alavanca novos talentos musicais com sua Paizão Records
destaqueAna-Hikari—Crédito-Giselle-Dias-foto-Walter-Lobato-beleza-(3)

Não me chama de japa

Por
Conversamos com Ana Hikari, atriz e comunicadora, sobre representatividade amarela nas telas, sexualidade e luta antirracista
Acompanhamos a rapper Nina em uma sessão de fotos e conversamos sobre sua trajetória, o primeiro álbum e o machismo no cenário musical

Não é ? Sair.

Ter independência no discurso, manter uma rede diversa de colaboradores, remunerar bem a todos e fomentar projetos sociais são bases fundamentais para a Elástica.
Vivemos de patrocínios de empresas que acreditam em nosso discurso e nossas causas, além da colaboração dos nossos leitores através de assinatura digital. Na página de Contas Abertas você pode ver os valores que hoje a Elástica arrecada, e conferir os custos que incorremos para produzir o conteúdo que oferecemos.