expressão

MUBI Festival: 5 atrações imperdíveis

Filmes, shows e bate-papos fazem parte do primeiro festival da plataforma de cinema alternativo

por Beatriz Lourenço Atualizado em 10 jun 2022, 17h06 - Publicado em 3 jun 2022 00h11

Neste ano, os amantes de cinema ganham mais um festival. A primeira edição do MUBI Festival será realizada nos dias 4 e 5 de junho, no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo, e conta com longas aclamados, música e rodas de conversa. Além disso, há um espaço interativo de acesso gratuito, onde os visitantes poderão tirar fotos, participar de quizzes e concorrer a brindes exclusivos.

O jornalismo em que a gente acredita depende de você; apoie a elástica

No sábado, a programação inclui a exibição de Shiva Baby, Swallow e do premiado Titane, com direito a sets da DJ Bella Castro no intervalo das sessões. Quem quiser aprender mais sobre o corpo feminino e sua representação no cinema pode conferir um bate-papo mediado pela documentarista e jornalista Flávia Guerra, com participação da atriz e diretora Bárbara Paz, da artista JUP do Bairro e da crítica de cinema e roteirista Lorenna Montenegro. 

Já no domingo, os dramas LGBTQIA+ Great Freedom e Happy Together tomam conta das telonas. O debate da vez será sobre as representações da masculinidade na mídia, mediado pelo jornalista Duda Leite, com o artista Loïc Koutana e o ator Theodoro Cochrane. Os ingressos serão vendidos apenas para as atividades dentro do auditório e custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada e assinantes MUBI). É possível comprar pelo site. Abaixo, selecionamos cinco atrações imperdíveis do festival!

Continua após a publicidade

-
Shiva Baby/Divulgação

Shiva Baby

O filme, lançado em 2020, conta a história de Danielle (Rachel Sennott), uma jovem bissexual que está dividida entre a tradição e a independência. Prestes a se formar, a garota enfrenta uma série de encontros estranhos durante uma shivá de um dia inteiro, uma reunião judaica de amigos e familiares durante um período de luto. Esta é a estreia da canadense Emma Seligman na direção, que deixou o longa moderno, engraçado e ousado. 

Quando: Sábado, 4 de junho
Horário: 12h – 13h30 

-
Titane/Divulgação

Titane

Nesse longa, um homem com o rosto machucado é encontrado em um aeroporto. Ele afirma que seu nome é Adrien Legrand – uma criança que desapareceu dez anos atrás. Enquanto ele finalmente se reúne com seu pai, assassinatos horríveis são descobertos na região. No Festival de Cannes 2021, a produção venceu a Palma de Ouro e Vincent Lindon levou o prêmio de Melhor Ator. 

Quando: Sábado, 4 de junho
Horário: 16h30 – 18h20

-
Pedro Pinho/FelipaDamasco/CaiRamalho/Fotografia

Jup do Bairro + Badsista

Cantora e compositora, a paulistana Jup do Bairro lançou seu primeiro EP, Corpo sem Juízo, em 2020. Com parcerias de Deize Tigrona, Rico Dalasam, Linn da Quebrada e Mulambo, o projeto colocou a artista de vez na mira da música brasileira contemporânea, dando a ela o prêmio de Revelação do Ano pelo Prêmio Multishow e duas indicações no WME. No evento, ela se junta a Badsista, DJ e produtora que marca a cena musical por misturar estilos como funk, eletrônico e reggae. 

Quando: Sábado, 4 de junho
Horário: 21h – 21h45

-
Happy Together/Divulgação

Happy Together

Depois de estrear no Festival de Cinema de Cannes de 1997, o filme rendeu a Wong Kar Wai o prêmio de Melhor Diretor do festival, concedida pela primeira vez na história a um homenageado de Hong Kong. Esta é uma história de amor queer ambientada na Argentina, estrelada por Tony Leung Chiu Wai e Leslie Cheung, que interpretam um casal intermitente cujo relacionamento volátil e apaixonado começa a ficar fora de controle. A representação de amor, obsessão e isolamento é uma das obras mais comoventes da história do cinema.

Quando: Domingo, 5 de junho
Horário: 16h15 – 18h15

-
MUBI/Divulgação

Bate-papo masculinidades

Loïc Koutana é cantor, dançarino, modelo, performer e influenciador digital. É um imigrante afro-francês nascido em Paris, de família natural do Congo e da Costa do Marfim. Em novembro do ano passado, ele lançou seu primeiro álbum, SER, que passeia pelo techno, funk, R&B, disco, trap. Na conversa mediada pelo jornalista Duda Leite, Loïc se junta a Theodoro Cochrane, ator conhecido pelas novelas O Sétimo Guardião, A Favorita e Ti Ti Ti, para falar sobre a representação da masculinidade na mídia e seus impactos na sociedade. 

Quando: Domingo, 5 de junho
Horário: 18h30 – 20h

Tags Relacionadas
mais de
expressão
Com shows de grandes nomes do forró, conferimos in loco por que o evento é a maior festa junina do mundo
credito-Amazon-studios_MG_0910_ALTA

O íntimo da família Gil

Por
O reality "Em Casa com os Gil", do Prime Video, mostra a trajetória do cantor e como seu legado passa entre as gerações
Crédito_Bubu-Filmes-(3)

CEO da própria vida

Por
Com 20 anos de estrada e prêmios no cinema e no teatro, Babu Santana também empreende e alavanca novos talentos musicais com sua Paizão Records
destaqueAna-Hikari—Crédito-Giselle-Dias-foto-Walter-Lobato-beleza-(3)

Não me chama de japa

Por
Conversamos com Ana Hikari, atriz e comunicadora, sobre representatividade amarela nas telas, sexualidade e luta antirracista
Acompanhamos a rapper Nina em uma sessão de fotos e conversamos sobre sua trajetória, o primeiro álbum e o machismo no cenário musical

Não é ? Sair.

Ter independência no discurso, manter uma rede diversa de colaboradores, remunerar bem a todos e fomentar projetos sociais são bases fundamentais para a Elástica.
Vivemos de patrocínios de empresas que acreditam em nosso discurso e nossas causas, além da colaboração dos nossos leitores através de assinatura digital. Na página de Contas Abertas você pode ver os valores que hoje a Elástica arrecada, e conferir os custos que incorremos para produzir o conteúdo que oferecemos.