expressão

Elástica recomenda: jardins, mistérios e comunistas

Estética soviética ou jardins muito bem cuidados nos Estados Unidos? Não precisa escolher só um: aqui tem dicas pra todos os gostos

por Alexandre Makhlouf Atualizado em 14 out 2021, 15h02 - Publicado em
7 out 2021
22h07

Respire fundo: se você mora no Brasil, existe uma pequena luz no fim do túnel dessa semana chamada: feriado na terça-feira. Para muita gente, isso significa viajar, descansar, enforcar uma segunda-feira e colocar o sono em dia. Isso também significa oportunidades para visitar exposições e museus – falando nisso, já foi na Bienal? –, maratonar aquela série que estreou e você ainda não conseguiu dar uma chance, visitar seu restaurante favorito (prefira espaços abertos, a pandemia ainda não acabou!) ou colocar em prática a atividade de lazer que você mais gosta. Para nós, sexta-feira de véspera de feriado é sinônimo de Elástica Recomenda com gostinho especial. Afinal, mais tempo pra seguir as dicas que a gente selecionou aqui embaixo. Vem com a gente?

-
AlanWake/Fotografia

artur

Alan Wake Remastered
Um escritor de best-sellers frustrado, que não consegue colocar no papel nenhuma nova ideia há dois anos, se refugia na pacata cidade rural de Bright Falls com sua família em busca de inspiração. Um acidente de carro vira sua vida de cabeça para baixo, e monstros de um lugar conhecido apenas como Escuridão passam a atormentá-lo.

História que revolucionou o terror nos videogames, Alan Wake foi um jogo lançado em 2010, e até hoje a crítica o aclama como uma obra-prima inigualável do gênero. Seu sucesso deu origem a uma minissérie televisiva, e seu universo foi expandido com o também fabuloso jogo Control, de 2019. Nesta semana, a sua fabricante, Remedy Entertainment, lança Alan Wake Remastered, uma nova versão do jogo feita com gráficos atualizados e em altíssima resolução.

Aproveite seu feriado prolongado e mergulhe na história sombria de Alan Wake

• • • • •

Continua após a publicidade
-
Garden Answer/Divulgação

laís

Garden Answer
Relação para-social é aquela sensação que a gente tem de conhecer intimamente pessoas e influencers com quem só temos contato pela internet. Eu tenho, já faz uns anos, uma relação para-social com um lugar: o jardim da Laura, que fica no oeste do estado americano de Oregon – uma área rural com clima desértico em que a irrigação é essencial para que as plantas sobrevivam. O que eu mais gosto é de ser testemunha da mudança que esse lugar que eu nunca vou visitar na vida real passa ao longo dos anos, ou, como a dona fala, das estações (coisa de jardineiro, né? Um ano não são 12 meses e sim primavera, verão, outono e inverno).

Os vídeos quase diários me dão um respiro da vida urbana. É relaxante ver terra sendo cavada, sementes brotando, vegetais dando fruto, árvores mudando de cor, buquês coloridos e toda uma miríade de informações sobre plantas e clima completamente diferentes do nosso. 

Acho muito interessante pensar na relação das plantas com a neve, que faz quase todo jardim dormir e resetar no ano seguinte. Mostra como é necessário que nossa vida tenha ciclos de descanso e restauração.

Tour pelo jardim – maio 2021

Garden Answer no Instagram

• • • • •

Continua após a publicidade
-
we’re here/Divulgação

alê 

We’re Here
Depois de mais de um ano do início das gravações, a segunda temporada de We’re Here, da HBO, finalmente está chegando. O reality, comandado por Bob The Drag Queen, Shangela e Eureka – todas famosas egressas do hit RuPaul’s Drag Race – é mais um produto do universo drag em que as performers são pareadas com seus “filhos drag” para, através da montação e de muitas conversas, acessar inseguranças dos participantes e ajudá-los a superar questões sensíveis que eles vivenciaram. E quando digo sensíveis, não estou brincando: estamos falando de ex abusivo que tentou cometer assassinato, questões tensas de família e identidade racial – um dos melhores episódios é o que se passa na cidade de Selma, um marco da luta negra norte-americana. Essa é outra particularidade bacana da série: cada episódio se passa em uma cidade estado-unidense, nos permitindo ter contato com algumas curiosidades culturais do país. “Acho que o principal ensinamento que queremos trazer para a audiência é que, independentemente do país ou da cidade, não importa quão grande ou pequena ela seja, sempre vai ter alguém queer perto de você. Precisamos abrir os olhos e acolher essas pessoas”, conta Bob The Drag Queen em uma entrevista coletiva que tive o prazer de participar. A segunda temporada de We’re Here estreia dia 11 de outubro, na emenda do feriado.

We’re Here, na HBO Max

Old Masculinity
Não, eu não perdi completamente a noção e vou indicar nada que remete à velha-masculinidade-tóxica-opressora-deus-me-livre. “Old Masculinity” é apenas o nome desse perfil no Twitter que eu indico hoje porque, nele, é postada diariamente uma ótima curadoria de antigas fotos de homens nem sempre vestidos. Tem bastante coisa explícita, mas nada com aquela aura pornô forçada que, sinceramente, estamos cansados de ver. O olhar é quase sempre mais artístico e provocador.

-
Old Masculinity/Twitter/Reprodução

Old Masculinity no Twitter

• • • • •

Continua após a publicidade
-
Soviet Visuals/Bloomsburry/Divulgação

joão

Soviet Visuals
Priviet! Meu recomenda dessa semana vem de uma paixão antiga. Desde que entrei em contato com as imagens da União Soviética, me encantei com a estranzenha e singularidades das mais diversas artes produzidas no Estado hoje extinto. Existem vários livros que organizam peças de design e propagandas de regimes fechados, como os editados pela Phaidon Made in the USSR e Made in North Korea. Mas a indicação viciante dessa semana é o Soviet Visuals.

O perfil no Instagram tem uma curadoria muito divertida de pôsteres, objetos, fotografias e roupas produzidas durante e pós União Soviética. Acredito que o mais encantador e hipnotizante de passear pelo Soviet Visuals é perceber como o idealismo e o vislumbramento de um novo mundo possível pode transformar a forma de se expressar e fazer arte. A pessoa por trás do perfil é a Varia Bortsova, hoje integrante do Comitê Olímpico Internacional e que já escreveu e publicou um livro com parte dessa coletânea de fotos garimpadas em mercados de rua e memorabilia familiar com o mesmo nome. наслаждаться много! 

Soviet Visuals no Instagram

Continua após a publicidade

〰️〰️〰️

🥠  biscoito da sorte 🥠

Preserve-se durante a retrogradação de Mercúrio. E aproveite para botar a culpa nele se der.

〰️〰️〰️

Tags Relacionadas
mais de
expressão
Histórias para se emocionar e fazer pensar? Programação para curtir shows em segurança? Na nossa lista de dicas tem tudo
Ela quer mostrar a mulher que sempre esteve por trás da rapper: “Tenho vontade de falar de como me sinto com o empoderamento que encontrei aos 42 anos”
carnaval-em-madureira-1924-tarsila-do-amaral–foto-isabella-matheus_51386125966_o

Novamente 22

Por
MAM inaugura exposição “Moderno onde? Moderno quando?” questionando a importância de São Paulo para o Modernismo artístico brasileiro
3-3-urias

Urias na Cama Elástica

Por
Única brasileira escolhida pelo Facebook para celebrar o mês da cultura latino-americana, a artista responde nosso questionário

Não é ? Sair.

Ter independência no discurso, manter uma rede diversa de colaboradores, remunerar bem a todos e fomentar projetos sociais são bases fundamentais para a Elástica.
Vivemos de patrocínios de empresas que acreditam em nosso discurso e nossas causas, além da colaboração dos nossos leitores através de assinatura digital. Na página de Contas Abertas você pode ver os valores que hoje a Elástica arrecada, e conferir os custos que incorremos para produzir o conteúdo que oferecemos.