experimentação

E quando a arquitetura encontra o humor?

Perrengues da profissão, deboche de mansões famosas ou resenhas de banheiro, esses influenciadores digitais se divertem nos desabafos

por Renata Moniz 4 nov 2021 22h56
-
Clube Lambada/Ilustração

e tem uma coisa que a internet provou nos últimos anos, é que todo e qualquer detalhe que está publicado pode ser comentado. Antigamente, a figura tradicional do comentarista estava no esporte ou na política, mas hoje em dia, com tanta criatividade por aí, existem pessoas que criam conteúdo para resenhar até os banheiros de um estabelecimento. Em uma época em que todos estão fixados em assistir a vida alheia, é claro que a curiosidade de ver e comentar um espaço ou residência famosa não iria ficar de fora desse espectro. Conheça a seguir o perfil de quatro criadores de conteúdo que unem o humor à arquitetura.

O jornalismo em que a gente acredita depende de você; apoie a elástica

@credoqueluxo, da Tia Luxo

Você passa horas no Pinterest salvando várias ideias de móveis e decorações que você nunca vai ter? Fica frustrado quando vê um cômodo repleto de detalhes na planta, mas que parece praticamente inutilizável na prática? Você não está só! Em agosto de 2020, a misteriosa Tia Luxo adentrou à nação twitteira para reclamar de ambientes e decorações. “E parem de se inspirar em home office instagramável” é um dos seus lemas.

“Sou formada em Comunicação Social, tenho 30 anos, sou do interior de São Paulo e hoje em dia trabalho com marketing. Anteriormente, fui faxineira, morei sozinha, trabalhei até como assessora de mostra de arquitetura, então tenho noção de muito design errado que está por aí, onde tudo parece muito bonito na teoria, mas, na prática, certamente dá muito trabalho para cuidar. Um dia, uma amiga compartilhou comigo uma foto de escada e eu xinguei tanto, que falei ‘vou fazer um Twitter só pra reclamar dessas coisas’ e olha, deu certo! (risos). A arquitetura é um tema muito legal, é fácil de olhar as fotos e pirar na batatinha, ao ficar imaginando como seria viver com aqueles móveis. Fui prestando mais atenção também na parte de segurança e ergonomia e por aí a coisa foi.”

“Com o tempo, descobri que tinha muita gente que também se irritava com essas coisas. Inclusive, tem de tudo nos comentários. Tem gente que já me contou coisas tristes, pessoas da família que se machucaram feio com escadas sem proteção, tem aqueles que adoram e gostam de rir, os que comentam absolutamente tudo o que eu posto… e tem também aqueles comentários de raiva e xingamento. Por isso, prefiro me manter no anonimato, justamente porque eu critico muito tudo. E já aconteceu de ter hater, de vir gente me xingar, dizendo que eu era muito amargurada e chata”, conta Tia Luxo.

Continua após a publicidade

-
artista Carol Monteiro / @reflexocru/Ilustração

@leosemfiltro, de Leonardo Van der Neut

Para Leonardo Van der Neut, qualquer tema é um prato cheio para gerar comentários engraçados. O ator, bailarino e influencer começou a trajetória nas redes produzindo conteúdos para o YouTube, aos 12 anos, mas foi com o TikTok que seu perfil emplacou de vez. Além de comentar os temas e polêmicas do mundo pop, Leo tem um quadro semanal para comentar sobre as mansões de famosos.

“Quando eu era criança, amava ir na casa dos outros só para saber como é que eram as casas. Lembro que ia na casa da minha avó e tinham aquelas revistas mostrando a casa dos famosos, eu achava tudo! Aí veio a internet… Me inspirei no canal da Diva Depressão e em outras coisas que já consumia, mas transformei aquilo para que ficasse do meu jeito, e acho que esse foi o segredo para tudo ter dado tão certo. Minha relação com a arquitetura é um hobby de curiosidade, inclusive, nos anúncios das minhas redes sociais só aparece apartamento para alugar, porque eu amo ficar olhando só para ver o que eu faria no espaço. Também consumo muito conteúdo relacionado a isso no YouTube.

“Eu chamo esse meu quadro de ‘La Mansion dos famosos’, é um portunhol que eu inventei, surgiu em um dia e até hoje eu levo como bordão para iniciar os vídeos. Em relação ao feedback das pessoas, esse é o quadro que elas mais me cobram e um dos meus favoritos de fazer. Muita gente me conhece através disso, porque quando eu comecei a fazer, tinha uma frequência maior. Nessa época, alguns famosos começaram a comentar e compartilhar os vídeos, tipo o Pyong Lee e a Anitta. Quanto mais eles compartilhavam, mais esse quadro foi crescendo. Não tenho nenhuma formação profissional nisso, tanto que meus comentários nos vídeos são de uma pessoa leiga, falando o que eu acho, se eu gosto ou não, tipo: ‘A casa tem oito banheiros para duas pessoas, gente, pelo amor de deus, cada pessoa tem uma bunda só, ela vai em oito banheiros? Pra quê? Não precisa!’ Geralmente, as casas são muito bizarras, tem umas coisas muito extravagantes… Gente, eu moro em um apartamento de quarenta e dois metros quadrados, isso não dá nem um banheiro da Kim Kardashian (risos)”, dispara Léo.

@leosemfiltro Oq acharam do ap da @Viih Tube🌻 ? #viihtube #arquitetura #humor ♬ Classical Music – Classical Music

Continua após a publicidade

-
Rafael Garcia Cunha/Arquivo

@banheiroscaros, de Rafael Garcia Cunha

A decisão de experimentar um restaurante novo acontece normalmente depois da pesquisa de cardápio do lugar. Essa seria a atitude mais comum. Mas, para algumas pessoas, um fator tão importante quanto é saber como é o banheiro daquele lugar. O paulistano Rafael Cunha frequenta os estabelecimentos da cidade que são mais pedidos pelos seus “seguipoopers” (nome elaborado por ele), para checar se esses banheiros fazem jus a fama desses locais.

“Tenho 23 anos e sou advogado, porque nem só de cocô vive o homem. Faz um mês que criei minha conta no TikTok e desde então está sendo a maior loucura no meu ano. Tenho uma planilha de Excel com os lugares, vou adicionando conforme as pessoas me indicam, ou conforme eu encontro esses espaços. Mas, realmente, o pessoal me sugere muitos lugares. Cheguei a receber um pedido de vídeo para ir até o ‘Cabana Burguer’, este foi o primeiro vídeo que eu fiz, ele bombou completamente na plataforma, chegou a atingir 1,2 milhão de visualizações. Outro vídeo que fiz e viralizou foi para o restaurante ‘Le Bife’, e hoje em dia, com certa frequência, os próprios estabelecimentos que me chamam pra ir até lá e fazer um vídeo.

De maneira inconsciente, percebemos muito os lugares que frequentamos, especialmente o troninho. A minha relação com arquitetura é bem rasa, tiro as piadas desse senso comum mesmo, das séries e experiências que tive na vida. Quanto ao meu público, cara, eu amo os meus seguipoopers, a grande maioria das mensagens que eu recebo são assim: ‘meu deus, não sou só eu que presto atenção no banheiro’, ‘socorro, você é muito exigente’, ‘você senta mesmo na privada?’, ‘você só entra no restaurante e caga ou você consome algo antes?”, diz Rafael.

@banheiroscaros

SOLTANDO UMA INSTALAÇÃO ARTÍSTICA NO #MASP #museu #banheiroscaros #review #manifestacao #arte #literatura #turistandosp

♬ Lofi – Domknowz

Continua após a publicidade

-
Alicia Abe/Divulgação

@divadepressao, de Edu e Fih

Talvez você já conheça o canal Diva Depressão, que surgiu em meados de 2013 no Youtube, graças a criatividade da dupla Edu e Fih. Com o passar dos anos, o projeto foi crescendo de maneira estratosférica, e hoje em dia é possível encontrar uma gama enorme de conteúdos que abraçam o entretenimento e a cultura pop. E é claro que dentro desse guarda-chuva teria uma playlist com vídeos venenosos para comentar em detalhes as casas dos famosos mais cobiçadas, né?

“Nós passamos a observar praticamente tudo o que rolava no mundo dos famosos: festas, red carpet, casamentos etc. E como boa parte deles também posta tours em seus apês e casas, isso nos deu a ideia de também analisar essas casas. Então a ideia desse quadro foi algo natural, cedo ou tarde ia acontecer. Para fazer esse tipo de vídeo, assistimos primeiro os vídeos de tours pelas casas dos famosos e, com isso, a gente pesca detalhes que rendam comparações com coisas engraçadas e que fazem sentido para o nosso público.”

“Apesar de acharmos a arte da arquitetura e design algo incrível, somos completamente leigos no assunto, tudo o que comentamos é baseado em nosso gosto pessoal e referências que tivemos ao longo da nossa vida, que até algum tempo atrás foi uma vida mais simples, então nossos comentários são baseados em humor mesmo. Esse é um dos tipos de vídeo que a audiência mais curte assistir, sempre que pinta uma tour de apê novo de algum famoso, nossas mensagens bombam da galera querendo a nossa análise, é bem legal!”, conta a dupla Edu e Fih.

Continua após a publicidade

Tags Relacionadas
mais de
experimentação
De cabanas ecológicas a cosméticos em barra, mercado com propostas que não agridem o meio ambiente conquista o público paulistano
hConchas-e-ouriço_Crédito-Julia-Rodrigues

Mar doce lar

Por
O Naia aposta em colocar os frutos do mar mais frescos na mesa do cliente. A simplicidade da proposta torna o restaurante essencial na reabertura paulistana
morena-leite04

Pés no chão

Por
O Museu da Casa Brasileira deu seu jardim para a chef Morena Leite, e lá ela montou seu renovado Capim Santo
abre-elastica-tujuina

Cozinha de afeto e resistência

Por
Um dos melhores restaurantes do Brasil, o Tuju fechou na pandemia. No seu lugar, o chef Ivan Ralston manteve qualidade e amor com o Tujuína

Não é ? Sair.

Ter independência no discurso, manter uma rede diversa de colaboradores, remunerar bem a todos e fomentar projetos sociais são bases fundamentais para a Elástica.
Vivemos de patrocínios de empresas que acreditam em nosso discurso e nossas causas, além da colaboração dos nossos leitores através de assinatura digital. Na página de Contas Abertas você pode ver os valores que hoje a Elástica arrecada, e conferir os custos que incorremos para produzir o conteúdo que oferecemos.