experimentação

Os melhores lugares para fumar um na Califórnia

No estado mais legalize dos EUA, não faltam lugares legais para acender aquele que você apertou. Damos algumas ideias para colocar na sua lista de viagens

por Girls in Green Atualizado em 17 mar 2022, 19h48 - Publicado em 25 fev 2022 01h48
-
Clube Lambada/Ilustração

h, a Califórnia!

O Golden State, famoso por suas grandes cidades e lugares incríveis para visitar, tem se tornado um destino ainda mais visado depois da legalização recreativa do uso adulto de maconha. Com dispensários espalhados por todos os lugares, a oportunidade de comprar sua própria erva em espaços 100% regulamentados tem atraído turistas do mundo todo, e muitas empresas já estão se especializando no ramo dos tours canábicos.

A liberalização permite que qualquer pessoa maior de 21 anos tenha até 28,3 gramas da erva consigo. Companhias como Green Line Trips, Weedology, Dope Tours ou Food High cresceram em poucos meses após a liberalização do consumo adulto da maconha, que entrou em vigor em 1º de janeiro de 2018, e oferecem muitas opções para quem deseja se aventurar nesse novo universo.

O jornalismo em que a gente acredita depende de você; apoie a elástica

E, com Hollywood no coração de Los Angeles, empresas vendem experiências das mais variadas com astros do cinema. Uma delas oferece até mesmo uma sesh para fumar com Tommy Chong, famoso pelos emblemáticos filmes Cheech & Chong e pela série That’70’s Show.

Mas o que não faltam são lugares para os aventureiros e aventureiras de plantão que desejam organizar a própria trip, comprar uma ganja gostosa em um dispensário e sair por aí lançando sinais de fumaça. Precisamos apenas lembrar que, mesmo com a legalização, existem algumas regrinhas chatas que precisamos seguir – afinal, nos Estados Unidos, mesmo o consumo de álcool em lugares proibidos pode colocar você em maus bocados. O dólar está caro, e as multas podem sair salgadas.

Aqui, nós, do Girls in Green, organizamos um pequeno guia de viagem com sugestões de lugares e as dicas mais preciosas para f1 sem problemas pela nossa maravilhosa Califa.

-
Arte/Redação
Continua após a publicidade

Primeiro, vamos às regras

A galera é maconheira, mas também não é à favor da bagunça. As diretrizes para quem deseja acender seu baseadinho na Califórnia são essas:

– A venda de maconha e de produtos derivados da plantinha só é permitida para quem tem 21 anos ou mais – sejam cidadãos ou turistas

– Como já mencionamos, você pode possuir até 28,3 gramas no caso de flores e apenas 8 gramas de concentrados canábicos – nossos queridíssimos haxixes

– É ilegal dar ou vender cannabis a menores de idade

– É ilegal dirigir sob a influência de cannabis

– É ilegal consumir, fumar, comer ou vaporizar sua maconha em público. Isso inclui (mas não se limita a) parques e calçadas, áreas comerciais e residenciais

Continua após a publicidade

– Também é ilegal consumir cannabis em outros locais onde fumar é ilegal, incluindo bares, restaurantes, prédios abertos ao público, locais de trabalho e áreas a menos de 4,5 metros de portas e aberturas de ventilação

– Mesmo que seja legal sob a lei da Califórnia, você não pode consumir ou possuir maconha em espaços federais, como parques nacionais, ainda que o parque esteja em território californiano. Alguns dos exemplos são propriedades federais na Área da Baía de São Francisco, como o Presídio, a Ilha de Alcatraz, o Marin Headlands e a Ocean Beach

– Você pode consumir sua maconha em propriedades privadas, mas os proprietários têm o direito de proibir o uso e a posse de cannabis em suas propriedades se assim desejarem

– É ilegal levar sua cannabis além das fronteiras estaduais, mesmo se você estiver viajando para outro estado onde a cannabis é legal (isso aqui é doido, né?).

– Apenas os estabelecimentos licenciados pelo estado podem vender produtos de cannabis no varejo. O resto, como vocês já devem saber, é corre.

Agora que você está por dentro, vamos à nossa lista dos melhores lugares para fumar um na Califórnia!

Continua após a publicidade

-
Girls in Green/Arquivo

Redwoods, Humboldt County

Com perdão pelo papo de jovens místicas, mas as famosas Redwoods do condado de Humboldt tem uma vibe incrivelmente mágica, e ganha o primeiro lugar no pódio do nosso coração quando o assunto é chapar gostoso. Com algumas das maiores e mais antigas árvores do planeta, essa floresta se espalha ao longo de Bull Creek e do Rio Eel. Muitas das imagens mais icônicas da floresta são de suas sequoias espalhadas ao longo das estradas curvas e bosques escuros como catedrais distribuídos por cânions estreitos e altos formados por essas árvores enormes.

A principal atração das Redwoods de Humboldt é a Avenue of the Giants, que segue o rio Eel por 48 quilômetros. A avenida passa por uma série de bosques antigos intercalados com florestas de madeira de lei, campos abertos e os restos deteriorados de cidades madeireiras. Como a névoa do verão se aproxima do norte, os bosques na extremidade norte da Avenida tendem a ser mais viçosos e atraentes do que os bosques ao sul. As árvores também parecem ser maiores no norte, embora a diferença seja sutil. Os melhores bosques da Avenida incluem o Bosque dos Fundadores, na confluência de Bull Creek e o Rio Eel, e os bosques Grieg-French-Bell e Drury-Chaney.

A gente tem nossos lugares especiais para fumar por lá – como em volta de enormes troncos de árvores caídas, que alcançam o rio e formam paisagens pra lá de encantadoras.

Continua após a publicidade

-
Wikipedia/Domínio Público

Praia de Venice, Los Angeles

No quesito tradição maconheira, a Venice Beach Boardwalk é um ponto de encontro clássico para quem quer acender seu baseado e relaxar à beira do mar. Embora não seja legalmente permitido fumar nas ruas, o calçadão de Venice Beach é quase que uma exceção “bem aceita” a essa regra. É um dos picos mais famosos por celebrar a cultura 420, e oferece uma sensação de tranquilidade e relaxamento. Bom, também não é em qualquer lugar que a legenda do Instagram já vem pronta com a famosa música da Lana del Rey.

O mais legal é que, depois de aproveitar o seu beck por lá, você pode caminhar até o píer de Santa Mônica e se divertir bastante com as atrações turísticas que tomam conta do local. Algodões doces e laricas com gostinho de infância, montanhas-russas e artistas de rua talentosos podem esperar por você por lá. Além disso, não é difícil se deparar com eventos públicos do cais, incluindo concertos ao vivo, exibições de filmes ao ar livre, aulas de ioga e festivais de comida.

-
Wikipedia/Domínio Público

Parques de San Francisco, Bay Area

San Francisco é uma cidade cheia de peculiaridades – e maconhistas apaixonados também. Não é à toa que você pode encontrar muitos espaços divertidos e 420-friendly nas ruas coloridas e animadas da cidade. Se você estiver se sentindo corajoso ou corajosa o suficiente para fumar em público com um pouquinho de discrição, parques como o Golden Gate Park e o Dolores Park podem ser ótimas opções. O primeiro é enorme e muito, mas muito mágico – e você pode encontrar programas incríveis por lá. Ele conta com jardins cheios de borboletas, museus e até mesmo árvores intrigantes com pequenas “casinhas de fada” – uma cortesia do artista Tony Powell. Já o segundo é um ponto de encontro animadíssimo da galera LGBTQIA+ nos finais de semana, e você pode até mesmo dar a sorte de encontrar alguém vendendo uns bons baseados por lá (acredite em mim, a experiência é real).

Se o seu negócio é um rolê mais natural, porém afastado de aglomerações, você também pode conhecer a Hippie Hill. Pelo nome, já dá para entender o motivo pelo qual ela está em nossa lista, né? A colina pedregosa é famosa por receber chapados e chapadas, e pode ser um lugarzinho bem tranquilo para botar fogo na Babilônia – e até fazer alguns amigos que podem te arranjar uma erva da boa.

-
Girls in Green/Arquivo

Vinhedos de Sonoma, Sonoma Valley

Se você curte uma boa maconha e, não obstante, uns bons drinks, o condado de Sonoma vai morar no seu coração. Com diversas vinícolas diferentes para visitar, você pode encontrar algumas das paisagens mais lindas e estonteantes da sua vida – e fumar unzinho observando todas elas pode ser bastante especial.

Se você quiser um programa mais específico, pode contratar um tour com a empresa Happy Travelers Tours. No Wine & Weed Tour, um de seus pacotes mais populares, possibilita um passeio magnífico pelas montanhas do Sonoma Valley e por uma plantação de (apenas) 10 mil metros quadrados de maconha, com mais de 20 mil cepas. O rolê é bem interessante para quem deseja aprender mais sobre os processos da cannabis no mercado legal californiano, já que ele mostra desde o cultivo até a colheita e o processamento da plantinha para a criação dos mais variados tipos de produto. Obviamente, como qualquer vinícola que se preze, você não vai sair de lá sem degustar um vinho bem gostoso e provavelmente uma das melhores maconhas de toda a sua vida.

-
Girls in Green/Arquivo

The Emerald Triangle (Mendocino, Humboldt e Trinity Counties)

Se a sua vontade é, além de fumar um, virar um grande especialista canábico, você não pode deixar de visitar o Emerald Triangle. O local, que envolve três condados americanos, conta com uma enorme concentração de fazendas legais – na maioria delas, a cannabis cresce ao Sol, linda e esbelta, do jeitinho que a natureza quis. Existem empresas, como a Humboldt Cannabis Tours, com sede em Arcata, que levam os turistas a pequenas fazendas de maconha ao ar livre, dispensários e mesmo em empresas produtoras de comestíveis e haxixe. Uma delícia! Se você quiser fazer a tour por si mesmo, a gente recomenda visitar a fazenda Emerald Queen Farms. Além de muita erva de qualidade, eles oferecem espaços para andar de skate, surfar e até andar de caiaque em cenários deslumbrantes.

Tags Relacionadas
mais de
experimentação
Conversamos com a chef e ativista sobre política, alimentação e relacionamentos não monogâmicos
abre-manga-2

Muito pano pra Manga

Por
No Manga, restaurante de alta gastronomia em Salvador, ingredientes locais frescos são a estrela de um menu autoral, afetivo e muito bem feito
25_Rafael_Salvador_Tratadas-(25)

Futuro ancestral

Por
A cozinha vegana dos monges budistas japoneses é o destaque da vez no requisitado Aizomê, restaurante em São Paulo comandado pela chef Telma Shiraishi
Conheça os fãs que assumem os riscos e criam jogos com Pokémon, Donkey Kong, Liga da Justiça, entre outros personagens da cultura pop
Comidas levinhas e ricas em vitaminas e nutrientes ajudam o corpo a eliminar as toxinas do álcool

Não é ? Sair.

Ter independência no discurso, manter uma rede diversa de colaboradores, remunerar bem a todos e fomentar projetos sociais são bases fundamentais para a Elástica.
Vivemos de patrocínios de empresas que acreditam em nosso discurso e nossas causas, além da colaboração dos nossos leitores através de assinatura digital. Na página de Contas Abertas você pode ver os valores que hoje a Elástica arrecada, e conferir os custos que incorremos para produzir o conteúdo que oferecemos.